Programação

Prezados Primatólogos, em nome da Sociedade Brasileira de Primatologia, divulgamos aqui abaixo e também em anexo a programação preliminar do 17o Congresso Brasileiro de Primatologia, que será realizado entre os dias 20-24 de Agosto de 2017, na Pousada dos Pirineus, na cidade de Pirenópolis, GO.

A Pousada dos Pirineus está localizada na Rua do Carmo, 80 – Chácara Mata do Sobrado, Pirenópolis.

Muito em breve será divulgada a relação de palestrantes nacionais e estrangeiros já confirmados bem como outras informações relacionadas, Saudações Primatológicas!!!


PROGRAMAÇÃO

20.08.2017 – DOMINGO

08h às 12h e 13h30 às 17h – MINICURSOS

 

Local: Espaço Luciano Peixoto – Sala Usina Velha
01. Quem são, onde estão, o que fazem? Introdução à Primatologia
Ministrantes:
MSc. Cristiane Rangel (IP/JBRJ), MSc.Tainara Sobroza e Aline Medeiros (INPA).

Objetivo: Fornecer subsídios teóricos para quem esteja iniciando seus estudos em Primatologia. Serão apresentados fundamentos básicos da ecologia, evolução e conservação de primatas, e abordada a atuação do primatólogo e a importância da conservação das espécies e seus habitats. A biodiversidade de primatas brasileiros, suas características, status de ameaça e distribuição geográfica também serão apresentados.

 

Local: Espaço Luciano Peixoto – Sala Meia Lua
02. Análise exploratória de dados usando o R
Ministrante:
Dr. Ítalo Mourthé (UFPA).

Objetivo: Iniciar estudantes/pesquisadores na exploração e manipulação de dados usando o programa R e demonstrar suas inúmeras potencialidades no tratamento de dados. Ao término do curso os alunos estarão familiarizados com a enorme capacidade gráfica e analítica do R, sendo capazes de realizar suas análises em um programa poderoso, altamente flexível e gratuito.

Local: Espaço Luciano Peixoto – Sala Paraíso 1
03. Métodos de coleta e análise de dados para o estudo da estrutura social em primatas
Ministrante:
Dr. Marcos Tokuda (PZMQB)

Objetivo: Introduzir aos alunos as principais metodologias utilizadas nos estudos sobre estrutura social de primatas. Será apresentado e discutido o conceito de estrutura social, e os principais métodos de coleta e análise de dados. Além disso, o minicurso fará uma breve introdução sobre a análise de redes sociais, demonstrando sua aplicabilidade na descrição e análise das relações sociais.

 

Local: Espaço Luciano Peixoto – Sala Lázaro
04. Conceitos e métodos no estudo da comunicação vocal de primatas
Ministrantes:
Dr. Francisco Dyonísio Cardoso Mendes (UNB) e Dr. Didier Demolin (Universidade de Sornonne).
Objetivo: Apresentar, de forma introdutória, o estudo de vocalizações de primatas, incluindo os seguintes temas: relevância da comunicação para animais sociais; particularidades da comunicação vocal de primatas; como gravar e analisar vocalizações; como anotar e interpretar dados sobre o comportamento e contexto das vocalizações. Espera-se que os alunos adquiram conhecimento básico sobre os principais conceitos e métodos utilizados em estudos sobre a comunicação vocal, capacitando-os a interpretar melhor a literatura especializada sobre o tema, e preparando-os para possíveis projetos no futuro.

 

Local: Espaço Luciano Peixoto – Sala Abade
05. Botânica para primatólogos: abordagem florística, fitossociológica e fenológica
Ministrante:
Dr. João Pedro Souza-Alves (UFPE)

Objetivo: Apresentar aos participantes alguns procedimentos de coleta de dados florísticos, fitossociológicos e fenológicos visando a aplicação adequada e a padronização dentro e entre diferentes estudos primatológicos. Apresentar técnicas de preparação de material botânico para herborização e análises estatísticas descritivas para a interpretação dos dados obtidos. Serão expostos aos participantes o método de parcela, quadrante e ponto-quadrante para amostragens florísticas e fitossociológicas. Também será apresentando o método quantitativo de Fourier e Armadilhas de sementes para verificar a disponibilidade de recursos dentro dos hábitats. A partir destes, será possível obter uma diversidade de dados relacionados (diversidade, densidade, frequência, dominância, área basal, e diâmetro do médio dos troncos), bem como a variação mensal das fenofases (frutificação, floração, sementes, folhas novas e maduras) da vegetação da área de estudo.

 

Local: Espaço Luciano Peixoto – Sala Paraíso 2
06. Anestesia e emergências em primatas
Ministrantes:
MSc. Jefferson Farias Cordeiro (USP) e MSc. André Nicolai E. Silva (USP).

Objetivo: Abordar as principais particularidades relacionadas à anestesia e ao atendimento emergencial de primatas (novo e velho mundo), apresentando os seguintes temas: Particularidades da anestesia de primatas; Avaliação pré-anestésica; Protocolos anestésicos; Monitoração durante a anestesia; Recuperação anestésica; Dor e analgesia; Urgência ou Emergência? Atendimento do paciente emergencial; ABC ou CAB, afinal o que devo utilizar? Manobras de ressuscitação cardiorrespiratória; Manejo do paciente com trauma cranioencefálico.

 

Local: Espaço DO CARMO – Sala Várzea do Lobo
07. Introdução à ilustração científica aplicada à Primatologia
Ministrantes:
Dr. Stephen Nash (Stony Brook University) e Luci Nash

Objetivo: Introduzir os participantes às técnicas de ilustração científica aplicada à Primatologia. Serão abordados temas como a história dos primatas nas artes e o uso de imagens nas campanhas de educação para conservação, e apresentadas e discutidas técnicas de ilustração (com ênfase naquelas aplicadas às publicações científicas). A segunda parte do curso será a parte prática de ilustração utilizando elementos naturais da área para representação.

 

Local: Espaço DO CARMO – Sala Rosário
08. Febre Amarela: vigilância para Primatólogos
Ministrantes:
Marco Antônio Barreto de Almeida CEVS/SES/RS, Alessandro Pecego Martins Romano SVS/MS, Leandro Jeruzalinsky – CPB/ICMBio/MMA, Edmilson dos Santos CEVS/SES/RS

Objetivo: O minicurso de vigilância de febre amarela para primatólogos tem como principal objetivo atualizar sobre o conhecimento da doença, incluindo a chegada da do vírus nas Américas e sua adaptação ao ambiente natural; a participação de primatas no ciclo natural; os componentes da vigilância da febre amarela no Brasil, além de demonstrar as principais técnicas utilizadas em campo para a investigação. Serão discutidos os principais fatores relacionados com a doença e sua ocorrência em ambiente natural, envolvendo os Primatas Não-Humanos como hospedeiros naturais. Adicionalmente, serão apresentados os principais componentes da vigilância no sentido de instrumentalizar os interessados com as ferramentas da vigilância, desde a notificação de morte de primatas; a coleta de amostras para diagnostico; as técnicas de diagnóstico recomendadas; a rede de laboratórios de saúde pública; programas de vacinação humana; vigilância e controle vetorial além de outras.

Além disso, as noções de vigilância epidemiológica, de zoonoses e entomológica aplicada á febre amarela. Espera-se que, ao final do minicurso, os participantes estejam familiarizados com a vigilância da febre amarela como um passo na incorporação na rede nacional de vigilância de epizootias em primatas não humanos, contribuindo assim para a vigilância, prevenção e o controle da doença no Brasil.

 

 

ABERTURA OFICIAL


Local: Sala Paraíso
19h30 BOAS-VINDAS E MESA DE ABERTURA

19h45 Palestra de Abertura – Desafios e Oportunidades para a Primatologia em um Mundo em Mudança
Palestrante: Dra. Karen Strier
21h – Coquetel de abertura – Espaço ao Lado da Piscina


21.08.2017 – SEGUNDA-FEIRA

Local: Paraíso
09h às 10h30 – Palestra Plenária 1 – Primate life history – plasticity and constraints
Palestrante: Dra. Phyllis C Lee
10h30 às 10h45 – Intervalo
10h45 às 13h – MESAS REDONDAS


Local:
Sala Usina Velha
MR1 – A difícil tarefa de delimitar espécies e gêneros em primatas do Novo Mundo
PalestrantesJeferson Carneiro, Jessica Lynch Alfaro, Horácio Schneider, Antonio Marcio Gomes Martins-Junior e Guilherme Garbino.


Local: Sala Meia Lua
MR2 – Ambientes inundados: O que conhecemos do uso desse hábitat por primatas?
Palestrantes: Wilson Spironello, Adrian Barnett, Alessandro Rocha, Bruna Bezerra, Fernanda Paim, José de Sousa e Silva Júnior e Ricardo Rodrigues dos Santos.


Local:
Sala Lázaro
MR3 – Políticas e ações públicas para a conservação de primatas brasileiros
Palestrantes: Leandro Jerusalinsky, José Pedro de Oliveira Costa, Marcelo Marcelino de Oliveira e Ítalo Mazzarella.


Local: Sala Abade
MR4 – Avanços, perspectivas e desafios para a pesquisa e conservação de muriquis (Brachyteles sp)
Palestrantes: Mauricio Talebi Gomes, Karen B. Strier, Paula Breves, Robson Hack, Cecilia Pessutti e José Pedro de Oliveira Costa.

13h às 14h30 – Almoço

 

14h30 às 15h45

SESSÃO DE COMUNICAÇÃO ORAL (vide aba app)
ENCONTRO PRIMATOLÓGICO

 

Local: Salas Usina Velha
Sessão de Comunicação Oral 1 (evento simultâneo)

Local: Salas Meia Lua
Sessão de Comunicação Oral 2 (evento simultâneo)

Local: Salas Lázaro
Sessão de Comunicação Oral 3 (evento simultâneo)

Local: Sala Abade
14h30 às 15h45 – Encontro Primatológico 1

Local: Sala Paraíso
14h30 às 15h45 – Encontro Primatológico 2

 

Local: Sala Paraíso
15h45 às 16h45 – Palestra Plenária 2 –  O papel dos agroecossistemas na conservação de primatas
Palestrante: Dr. Leonardo Oliveira
16h45 às 17h – Intervalo
Local: Sala Paraíso
17h às 18h – Palestra Plenária 3 –  Arqueologia Primata
Palestrante: Dr. Tiago Falótico

 

Local: Espaço do Coffee (externo)
17h45 às 20h – SESSÃO DE PAINÉIS 1 (vide app trabalhos selecionados e numeração)

21h30 – Evento Social (por adesão)

22.08.2017 – TERÇA-FEIRA

 

Local: Sala Paraíso
09h às 10h30 – Palestra Plenária 4 –  Inherited diseases between cousins? A One Health lens on primate disease and zoonoses
PalestranteDr. Richard Kock

10h30 às 10h45 – Intervalo

Local:
Sala Paraíso
10h45 às 12h – Palestra Plenária 5 – A vigilância de primatas não humanos e as Arboviroses no Brasil
Palestrante: Dr. Alessandro Pecego Martins Romano

12h às 13h30 – Almoço

 

13h30 – 15h30 – MESAS REDONDAS

Local: Sala Usina Velha
MR5 – Diferentes frentes na vigilância da Febre Amarela em primatas
Palestrantes: Danilo Simonini Teixeira, Renato Pereira Souza, Baldomero Molina Flores e Alessandro Romano.


Local: Sala Meia Lua
MR6 – Estudos evolutivos em Platyrrhini: O avanço do nosso entendimento acerca da sua diversidade
Palestrantes: Antônio Marcio Gomes Martins-Junior, Amely Martins, Jessica Lynch Alfaro, Jeferson Carneiro.


Local:
Sala Lázaro
MR7 – Primatas sob cuidados humanos no Brasil
Palestrantes: Renata Gonçalves Ferreira, Paulo Wagner, Alcides Pissinati, Sonya Sanches e Carlos Ruiz Miranda.


Local:
Sala Abade
MR8 – Uso de tecnologias aplicadas ao monitoramento de primatas em vida livre: estudos de caso, desafios e perspectivas
Palestrantes: Gabriela Cabral Rezende, Raone Beltrão-Mendes, Laurence Culot e Fabiano Rodrigues de Melo.

Local: Espaço do Coffee (externo*)

 

15h30 às 17h15 – SESSÃO DE PAINÉIS 2 (vide app trabalhos selecionados e numeração)

17h15 às 17h30 – Intervalo

17h30 às 19h – MESAS REDONDAS


Local: Sala Usina Velha
MR9 – Zoonoses acometendo primatas no Brasil: raiva, toxoplasmose, leptospirose, malária, zika
Palestrantes: Marina Galvão Bueno, Márcia Chame e Silene Manrique Rocha.


Local: Sala Meia Lua
MR10 – Gestão de Pesquisas em Unidades de Conservação: Desafios para pesquisadores, oportunidades para gestores
Palestrantes: Renato Totti Maia, Fabiano Rodrigues de Melo, Braz Cosenza e Pietro Scarascia


Local: Sala Lázaro
MR11 – Educación para la formación primatológica en Latinoamérica: pasado, presente y retos futuros
Palestrantes: Domingo Canales, Sònia Sànchez, Mauricio Talebi, Leandro Jerusalinsky, Ernesto Rodríguez.

 

Local: Sala Paraíso
19h às 20h30
MR12 – Impactos de epizootias na conservação de primatas
Palestrantes: Waldney Pereira Martins, Júlio Cesar Bicca-Marques, Sérgio Lucena Mendes e Mônica Mafra Valença Montenegro.

21h30 – Evento Social (por adesão)

23.08.2017 – QUARTA-FEIRA


Local: Sala Paraíso
09h às 10h30 – Palestra Plenária 6 – A diversidade de primatas neotropicais
Palestrante: Dr. Anthony Rylands 
10h30 às 10h45 – Intervalo

 

10h45 às 13h – MESAS REDONDAS

Local: Sala Usina Velha
MR13 – Trabalhando em conjunto para entender a biologia do grupo Callitrichidae: uso do conhecimento científico para traçar estratégias de conservação
Palestrantes: Mariana Dutra Fogaça, Laurence Culot, Carlos Ruiz Miranda, Cristiane Hollanda Rangel, João Pedro Souza-Alves, Bruna Lopes Pinto e Luíza Gonzalez.


Local:
Sala Meia Lua
MR14 – Modelagem ecológica para conservação de primatas
Palestrantes: Rafael Magalhães Rabelo, Maria Cecília Martins Kierulff e Gabriela Ludwig


Local:
Sala Lázaro
MR15 – Iniciativas emergentes para a conservação de primatas brasileiros em alto risco de extinção
Palestrantes: Gerson Buss, Rodrigo Salles de Carvalho, Leonardo Gomes Neves, André Chein Alonso e Leandro Jerusalinsky.


Local:
Sala Abade
MR16 – Caça de primatas no Brasil: panorama e alternativas
Palestrantes: Carla Soraia Soares de Castro, Raone Beltrão Mendes, Mariana Landis, Robério Freire Filho e Lísley Pereira Lemos.

13h às 14h30 – Almoço

 

14h30 às 15h45 – SESSÃO DE COMUNICAÇÃO ORAL (vide aba app)

Local: Sala Usina Velha
Sessão de Comunicação Oral 4 (evento simultâneo)

Local: Sala Meia Lua
Sessão de Comunicação Oral 5 (evento simultâneo)

Local: Sala Lázaro
Sessão de Comunicação Oral 6 (evento simultâneo)

Local: Sala Abade
14h30 às 15h45 – Encontros Primatológicos 3

Local: Sala Paraíso
14h30 às 15h45 – Encontros Primatológicos 4

 

15h45 às 16h45 – Palestra Plenária 7 – Filogenia, genética de populações e genética de paisagem de primatas neotropicais na era da genômica
Palestrante: M.Sc. Amely Martins

16h45 às 17h – Intervalo


Local:
Sala Paraíso
17h às 18h – Palestra Plenária 8 – 25 anos do Projeto Bugio Indaial
Palestrante: Dra. Zelinda Hirano


Local:
Espaço do Coffee (externo)

 

15h30 às 17h15 – SESSÃO DE PAINÉIS 3 (vide app trabalhos selecionados e numeração)

 

Local: Sala Abade
19h – 21h – Assembleia Geral da Sociedade Brasileira de Primatologia
21h30 – Evento Social (por adesão)

24.08.2017 – QUINTA-FEIRA

Local: Sala Paraíso
09h – 10h30 – Palestra Plenária 9 –  Os Veterinários e a Primatologia
Palestrantes: Dr. Milton Thiago de Melo e Dr. Albino José Belotto

10h30 – 10h45 – Intervalo

 

10h45 – 13h – MESAS REDONDAS

Local: Sala Usina Velha
MR17 – Publicando a primatologia brasileira em periódicos internacionais
Palestrantes: Patrícia Izar, Anthony B. Rylands, Julio César Bicca-Marques, Jessica Lynch Alfaro e Karen Strier


Local:
Sala Meia Lua
MR18 – Planos de Ação Nacionais para a Conservação de Primatas Brasileiros: avanços e desafios do primeiro ciclo 2010-2017
Palestrantes: Renata Bocorny de Azevedo, Fabiano Rodrigues de Melo, Leandro Jerusalinsky, Diogo Lagroteria e Mônica Mafra Valença-Montenegro


Local:
Sala Lázaro
MR19 – Sinalização de cor em primatas neotropicais
Palestrantes: Zelinda Maria Braga Hirano, Daniel Pessoa, Danilo Gustavo Rodrigues de Oliveira, Aline Naíssa Dada e Wagner Ferreira dos Santos
13h – 14h30 – Almoço


Local:
Sala Paraíso
14h30 – 15h30 – Palestra Plenária 10 –  Reconhecimento de faces em primatas
Palestrante Dra. Maria Clotilde Tavares

 

Local: Sala Paraíso
15h30 – 16h45 – PRÊMIOS + SORTEIOS + RESULTADOS DE CONCURSOS
16h45 – 17h – Intervalo

 

Local: Sala Paraíso
17h – 18h – Palestra Plenária 11 – Primates de “Res nullius” e da Pesquisa à Conservação
Palestrante: Dr. Alcides Pissinatti


Local:
Sala Paraíso
18h – 20h30 – Mesa-redonda de Encerramento
Coordenador: Mauricio Talebi

O Legado de Adelmar Coimbra-Filho e a Primatologia Brasileira no Século XXI
Participantes: Milthon Thiago de Mello, Karen Strier, Alcides PIssinatti, Leonardo Oliveira, Thiago Falótico, Zelinda Hirano, Amely Martins, Anthony Rylands, Russel Mittermeier

 

21h30 – Festa de Encerramento (por adesão)